O que é insulina e qual a sua função para diabéticos?


Existe um questionamento comum sobre o que é insulina e qual a sua função para diabéticos. A insulina é uma substância produzida pelo organismo para controlar os níveis glicêmicos do corpo.

Uma vez que os portadores de diabetes sofrem dessa doença porque a glicose está em descontrole, é possível perceber qual a relação da insulina e do tratamento dessa doença.

Entenda melhor sobre esse funcionamento, os motivos da aplicação do hormônio e como a insulina é uma grande auxiliar para os diabéticos.

O que é insulina e como ela funciona?

A insulina é um hormônio que tem sua produção feita pelo pâncreas. Sua função-chave é regular o processo de metabolização da glicose no corpo. A insulina transporta essa substância na quantidade certa e com velocidade para o sangue. Assim, a glicose é levada para as células e, deste modo, é transformada em fonte de energia.

Outra função da insulina, além do transporte de glicose, é a redução dos níveis de açúcar na corrente sanguínea. Ela age acelerando ou atrasando os processos de metabolização, conforme seja necessário.

Quando ocorre uma dificuldade no funcionamento desse hormônio, quer seja por um problema com o pâncreas ou uma deficiência no funcionamento hormonal que causa resistência à insulina, os níveis de açúcar acabam sendo comprometidos e, com isso, ocorre a diabetes.

Qual a função da insulina para os diabéticos?

Existem dois tipos principais da diabetes, que são: a diabetes do tipo 1 e a diabetes do tipo 2. Embora a insulina seja fundamental nesses tratamentos, nem todos os portadores da doença utilizam aplicação de insulina.

O uso desse hormônio é mais comum para os pacientes que apresentam a diabetes do tipo 1, com uma deficiência total na produção e insulina. Dessa forma, eles têm a necessidade de aplicações constantes da substância.

Porém, para os portadores da diabetes do tipo 2, o tratamento recomendado é uma mudança nos hábitos alimentares e no estilo de vida. O uso de insulina e medicamentos específicos são recomendados em apenas alguns casos.

Por que tomar insulina?

Em casos nos quais o pâncreas não produz mais insulina ou, ainda, libera o hormônio em quantidades insuficientes, é preciso repor esses níveis no organismo. Por isso é importante tomar insulina, ou o organismo fica desregulado.  

No mercado existem vários tipos de insulina e sua utilização dependerá da necessidade de sua duração, início e pico de ação, que são indicados por um especialista.

Além dos análogos, existem 4 tipos de insulinas disponíveis para aplicação. Cada tipo tem um tempo de ação específico e é utilizada em situações diferentes. Entenda mais.

Insulina de ação rápida: associada às refeições. Sua aplicação deve ocorrer antes ou depois da alimentação.

Insulina de curta duração: é associada as refeições também. Sua ação é mais rápida, sendo de 15 a 30 minutos.

Insulina de ação intermediária: esse tipo tem uma ação com tempo médio. A insulina é liberada de forma lenta no organismo.

Insulina de ação prolongada: responsável por manter o nível de insulina regulado ao decorrer do dia.

Com essas informações é possível entender o que é insulina e qual a sua função para os diabéticos. Dependendo da progressão da doença, o uso desse hormônio é essencial.

Se gostou do artigo, não deixe de contar nos comentários se faz uso de insulina e se já sabia do seu funcionamento no organismo


Esta artigo foi útil?

Artigos Relacionados

Deixe Um Comentário?