Melhor opção de açúcar para diabéticos


  Melhor opção de açúcar para diabéticos

É comum ouvir que a pessoa com diabetes não pode consumir açúcar (sacarose). Para manter os níveis de glicose é importante controlar e escolher os melhores alimentos para diabéticos. Contudo,  existem algumas opções de açúcar para diabéticos.

A sacarose pode alterar os níveis glicêmicos do mesmo modo que qualquer outra substância. A regra para a pessoa diabética é: moderação. Confira os tipos de açúcar que podem ser consumidos por quem tem a doença e acerte na dieta.

Qual a melhor opção de açúcar para diabéticos?

O tratamento para diabetes tem como foco estabilizar a glicemia, mantendo as taxas próximas dos valores indicados. Além disso, também é importante eliminar os quilos extras, tendo o peso adequado.

Para tal, são recomendados: exercícios físicos, medicação correta e uma dieta balanceada. Deste modo, a menos que a pessoa diabética apresente baixa absorção de sacarose, é possível consumir açúcar dentro de uma estratégia alimentar.

Ainda que a sacarose não cause um grande descontrole nos níveis glicêmicos, é preciso consumir esse item em pouca quantidade e com uma frequência reduzida. Logo, o diabético deve consumir até 10% de sacarose em seu consumo diário. Contanto que ele esteja com a glicose e o peso indicados.

Há, ainda, outras fontes de açúcar que são naturais e permitidas para os diabéticos como frutose, lactose e a glicose contidas em frutas, legumes e leite. Porém, é recomendado o controle da sacarose contida em açúcar refinado, mel e açúcar mascavo. Esses tipos devem ser evitados, porque podem causar picos de glicemia no organismo.

O uso de adoçante pode substituir o açúcar?

Nos casos em que não existem recomendações para não utilizar sacarose, os adoçantes sintéticos podem fazer parte da dieta. Além disso, os produtos dietéticos adicionam um sabor mais doce aos alimentos, mas sem interferir de forma brusca nos níveis de glicemia.

Porém, é necessário conferir as gorduras e calorias presentes nesses itens. Atente aos adoçantes calóricos como: frutose, manitol, sorbitol e xilitol. Eles devem ser consumidos de forma moderada porque eles podem causar o aumento da ingestão de calorias, sendo prejudiciais para o controle da glicemia e do peso.

Por outro lado,o aspartame, a sacarina, o acessulfame K, a sucralose e o ciclamato possuem baixas calorias e podem fazer parte da alimentação do diabético, com orientação do nutricionista. Apenas é essencial manter em mente os limites da ingestão diária (informada pelo fabricante).

Uma observação a fazer é que nem todo produto chamado de light e diet, ou seja, dietéticos, são ideais para quem tem diabetes. Esses alimentos podem conter um nível não recomendado de gordura e açúcar. Por isso, a orientação nutricional é muito importante para o diabético.

Agora que você já viu a melhor opção de açúcar para diabéticos, não precisa mais ter em mente o mito que esse alimento é proibido para quem tem diabetes. Apenas mantenha o controle com seu nutricionista e siga as orientações que ele recomendar. Com equilíbrio e moderação é possível ter uma vida mais doce e mais leve.

Gostou do artigo? Então confira mais sobre hiperglicemia: sintomas, causas e tratamento.


Esta artigo foi útil?

Artigos Relacionados

Deixe Um Comentário?