Hipoglicemia: sintomas, causas e tratamento


A hipoglicemia é um problema causado pela baixa concentração de glicose no sangue. Ela pode afetar pessoas com diabetes ou não. Um dos sintomas da hipoglicemia são: tonturas, tremores, palidez, vômitos, entre outros. Para evitar esse problema o ideal é manter uma boa dieta para diabéticos.

Entenda mais sobre esse distúrbio, causas e tratamento.

Como acontece a hipoglicemia

O pâncreas produz um hormônio chamado insulina, que atua como fonte energética para a entrada de glicose em cada célula. Quando há um aumento de insulina no sangue ou ainda diminui a quantidade de hormônios ligados à contrarregulação, ocorre o quadro de hipoglicemia.

Esses hormônios são: o cortisol, a adrenalina, o glucagon e o hormônio do crescimento. Eles começam a ser produzidos quando o nível de glicose é esgotado no sangue. Dessa forma, os sintomas da hipoglicemia aparecem.

Sintomas da hipoglicemia

Devido aos hormônios de contrarregulação e a diminuição da glicose no cérebro, os sintomas da hipoglicemia surgem. Esses sintomas em um primeiro caso geralmente são:

  • Tonturas;
  • Tremores;  
  • Palidez;
  • Nervosismo;
  • Palpitações;
  • Suor frio;
  • Taquicardia;
  • Vômitos;
  • Náuseas;
  • Fome.

Em casos mais intensos, os sintomas da hipoglicemia podem checar a casos extremos provocando no organismo efeitos como:

  • Confusão mental;
  • Perturbações visuais;
  • Perturbações de comportamento;
  • Alterações do nível de consciência;
  • Cansaço;
  • Convulsões;
  • Fraqueza,
  • Sensação de desmaio.

Tipos e causas da hipoglicemia

A hipoglicemia é apresentada em dois tipos principais: hipoglicemia pós-prandial, ou reativa (que acontece após as refeições) e a hipoglicemia de jejum.

Os casos de hipoglicemia pós-prandial ou reativa ocorrem cerca de 3 a 5 horas após as refeições. Isso é devido a um desequilíbrio entre os níveis de insulina e glicose no sangue.

Geralmente, esse tipo ocorre com pessoas que apresentam pré-disposição, logo após o consumo de alimentos que são fontes de açúcar. Também pode ocorrer com pacientes que estão em fase inicial de resistência à insulina ou os que foram submetidos a cirurgias estomacais.

Já entre as causas da hipoglicemia de jejum podem ser citadas:

  • Insuficiência hepática, renal ou cardíaca;
  • Medicamentos utilizados no tratamento de diabetes;
  • Produção exagerada de insulina pelo pâncreas;
  • Consumo de álcool;
  • Deficiência dos hormônios que ajudam a liberar glicogênio.
  • Tumores pancreáticos.

Tratamentos da hipoglicemia

Os tratamentos de hipoglicemia estão ligados às causas do problema. Algumas opções para resolver esse distúrbio pode ser: abstinência de álcool em casos de jejum, retirada de tumores ou uma nova prescrição de remédios.

No caso específico da hipoglicemia reativa, a melhor solução é prevenir antes que apareçam as crises. Dessa forma, ainda que pareça estranho, é essencial a restrição de alimentos ricos em açúcar.

É importante destacar que em momentos nos quais a crise de hipoglicemia já esteja instalada, é preciso algumas medidas. O paciente precisará chupar uma bala, ingerir um copo de refrigerante não dietético, suco de laranja ou meio copo de água com uma colher de açúcar.

Essas são formas de restaurar os níveis de glicose no organismo. Além disso, o efeito tende a ser mais duradouro se essas medidas forem associadas à ingestão de carboidratos de longa duração, como: biscoitos, pães ou pipoca.

Em situações nas quais há delírios, a pessoa deve ser encaminhada imediatamente para o médico para que seja medicada da forma adequada.

Com essas informações é mais fácil identificar os sintomas da hipoglicemia, além de saber suas causas e tratamento.

Já passou por alguma crise de hipoglicemia? Conte nos comentários qual tratamento usou.

 


Esta artigo foi útil?

Artigos Relacionados

Deixe Um Comentário?