Diabético Pode Comer Melância?


A Diabetes exige diversos cuidados e um planejamento adequado na alimentação. A doença caracteriza-se pelo acúmulo de açúcar na corrente sanguínea do paciente, o que pode acarretar em problemas graves.

Para controlar esse quadro e regularizar a taxa de glicose no sangue, a prática de exercícios físicos e o consumo de uma Dieta para Diabéticos são o caminho certo. Daí, a dúvida: Diabético pode comer Melância?

A Melância na Alimentação do Diabético

A resposta é: sim! Contudo, o paciente deve consumir a fruta com muita moderação e encaixá-la adequadamente nas refeições.

A alimentação de um paciente com Diabetes deve ser feita em conjunto com um nutricionista, levando em consideração o quadro específico do paciente e algumas recomendações gerais para Diabéticos.

Dois fatores importantes na hora de planejar cada refeição são a quantidade de carboidratos e o índice glicêmico de cada alimento.

Os carboidratos são constituídos por moléculas de açúcar que, quando metabolizadas, são liberadas no organismo. Em uma pessoa saudável, esse açúcar iria para as células, onde seria transformado em energia. Contudo, no organismo de um Diabético, o açúcar obtido pelos carboidratos é acumulado na corrente sanguínea.

O índice glicêmico refere-se à velocidade com a qual o açúcar contido em um alimento entra na corrente sanguínea. Quanto maior a velocidade, maior o índice e pior o controle da taxa de glicose.

Em outras palavras, pacientes com Diabetes, em tese, devem consumir apenas o que está na Lista de Alimentos para Diabéticos. Isto é, alimentos com menores índices glicêmicos e quantidades reduzidas de carboidratos.

Leia também:  Açúcar Mascavo na Diabetes

Na prática, não é necessário cortar alimentos que não apresentam valores ideais, mas sim considerar cuidadosamente como eles podem ser encaixados em cada refeição.

Índice glicêmico da Melância

Quando se trata do índice glicêmico, a Melância não é a melhor escolha para um Diabético. O seu valor é 72. Para um índice glicêmico ser considerado alto, ele deve ser igual ou superior a 70, e para ser considerado baixo, igual ou inferior a 55.

Para ajudar a balancear a refeição, caso o paciente deseje consumir a Melância, é recomendado que ele a consuma junto a outros alimentos com índices glicêmicos baixos. Alguns exemplos são iogurte light ou aveia.

O paciente também deve aproveitar a combinação para reduzir a quantidade de Melância consumida. Dessa forma, é possível evitar ou ao menos reduzir os picos de glicemia.

Contagem de carboidratos da Melância

Para controlar a ingestão de açúcar na forma de carboidratos, os Diabéticos devem realizar a contagem de carboidratos dos alimentos consumidos em cada refeição.

Uma porção de 100 g de Melância possui 8 g de carboidratos. Já uma porção com pouco mais do que uma xícara da fruta fatiada em cubinhos possui cerca de 15 g de carboidratos.

Essa quantidade de carboidratos deve ser incluída em cada refeição de maneira planejada, a fim de não extrapolar a quantidade ideal.

A ideia é permitir que o paciente equilibre sua alimentação e consuma nada mais, nada menos do que a quantidade de carboidratos por refeição estipulada pelo nutricionista.

Leia também:  Receita de Bolo para Diabéticos

Segundo a Associação Americana de Diabetes, o organismo de cada indivíduo responde de maneira diferente à ingestão da glicose. Ou seja, a alteração glicêmica após o consumo de uma determinada quantidade de glicose varia de pessoa para pessoa.

Por esse motivo, a quantidade ideal de carboidratos por refeição deve ser definida por um médico especializado, levando em consideração as características específicas do paciente.

Os benefícios da Melância para Diabéticos

Apesar de ser um alimento de alto índice glicêmico, a Melância não é contraindicada para Diabéticos. O motivo é simples: assim como outras frutas, a Melância apresenta diversos outros benefícios que a fazem valer a pena como parte da dieta.

A Melância posssui 30 calorias em cada porção de 100 g. É fonte de nutrientes, como fibras, ferro, potássio, cálcio, magnésio, proteínas e vitaminas A e C.

Um dos principais benefícios da Melância para Diabéticos é a sua contribuição na saúde da pressão arterial.

Uma pesquisa divulgada no American Journal of Hypertension em 2011 comprovou que a melância é capaz de diminuir a pressão arterial de pacientes com pré-hipertensão.

Essa informação é muito útil, pois pacientes com Diabetes frequentemente apresentam quadro de hipertensão, e quando essas duas doenças se combinam, as chances de ocorrer um derrame, ataque cardíaco, doenças renais e até mesmo cegueira aumentam.

Outro benefício da Melância para Diabéticos é a ajuda da fruta no combate a doenças cardíacas.

Leia também:  Laranja Faz Mal Para Diabetes?

Pesquisas realizadas pela Associação Americana de Diabetes indicam que a Diabetes é um dos fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardíacas. Cerca de 68% dos Diabéticos maiores de 65 anos morrem devido a problemas no coração.

A Melância pode ajudar a controlar esse quadro, pois possui um antioxidante potente, chamado licopeno, que contribui na redução do risco de desenvolvimento de doenças cardíacas.

Em resumo, ainda que o seu índice glicêmico seja alto, o que exige que a Melância seja consumida com muita moderação, ela pode contribuir de diversas formas para a saúde do paciente. Por isso, Diabético pode comer Melância sim!

Gostou deste artigo? Leia mais:


Deixe Um Comentário?