Sintomas da Diabetes Tipo 1

A Diabetes Tipo 1 ocorre quando o pâncreas não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, pois as células beta, responsáveis pela produção do hormônio, são destruídas pelo próprio sistema imunológico do paciente.

A insulina é o hormônio responsável pelo transportada glicose, o “combustível” do nosso organismo, até as células, onde a glicose é transformada em energia. Com a produção deficiente de insulina, a taxa de glicemia fica muito elevada.

A causa da Diabetes Tipo 1 é, em geral, genética e associada também a fatores externos, como infecções. Devido ao caráter genético, a doença costuma se apresentar desde a infância ou adolescência, mas os diagnósticos podem ser feitos até a vida adulta. A doença não é necessariamente transmitida dos pais para os filhos.

Diferenças entre Diabetes Tipo 1 e 2

Muitas pessoas não entendem as diferenças entre os Tipos de Diabetes. Embora o princípio seja o mesmo, isto é, excesso de glicose e falta ou mal funcionamento de insulina, a causa, o tratamento e até mesmo os Sintomas da Diabetes Tipo 2 e da Tipo 1 podem ser diferentes.

Confira as diferenças entre Diabetes Tipo 1 e Diabetes Tipo 2 abaixo:

  Diabetes Tipo 1 Diabetes Tipo 2
Causa Incapacidade do pâncreas de produzir quantidade suficiente de insulina. Mal funcionamento da insulina produzida no corpo.
Diagnóstico Em geral, é feito após o surgimento dos sintomas. Pode ser feito antes do surgimento dos sintomas, ou quando há a pré-diabetes.
Faixa etária Costuma surgir na infância ou adolescência, mas também pode ser diagnosticada na vida adulta. É mais frequente em adultos e idosos, mas pode surgir também em crianças e adolescentes.
Aplicação de insulina Os pacientes precisam de doses diárias de insulina. A insulina pode ou não ser necessária, de acordo com a gravidade do caso. Às vezes, basta uma dieta saudável e prática de atividades físicas.
Prevenção Devido ao caráter genético da Diabetes Tipo 1, ela não pode ser prevenida. Pode ser evitada com uma dieta saudável e prática regular de atividades físicas.
Ocorrência 5 a 10% dos pacientes com diabetes têm o tipo 1. Aproximadamente 90% dos pacientes com diabetes têm o tipo 2.

Sintomas da Diabetes Tipo 1

Os Sintomas da Diabetes Tipo 1 incluem:

  • Necessidade de urinar muito frequente
  • Fome constante e excessiva
  • Sede constante e desidratação
  • Perda de peso, que pode ocorrer juntamente à fome excessiva
  • Fraqueza
  • Cansaço extremo
  • Estresse
  • Mudanças de humor
  • Vômito e náusea
  • Visão prejudicada
  • Infecções diversas
  • Feridas que demoram a cicatrizar

Com o baixo nível de insulina, é possível que as células não consigam a quantidade de glicose necessária para produzir toda a energia que o corpo precisa. A saída que o organismo encontra para gerar energia, nesse caso, é quebrar a gordura e músculo do corpo.

Esse processo causa não só o emagrecimento do paciente, mas também uma outra condição chamada Cetoacidose Diabética. Trata-se de um desequilíbrio no organismo que ocorre quando a gordura é utilizada para produzir energia, gerando corpos cetônicos que entram na corrente sanguínea.

Os sintomas da cetoacidose diabética são:

  • Pele quente, ressecada e avermelhada
  • Perda de apetite
  • Dor abdominal
  • Vômitos
  • Mau hálito ou hálito cetônico
  • Respiração acelerada e profunda
  • Sonolência ou agitação
  • Dificuldade para acordar
  • Confusão
  • Coma

Se você possui os sintomas da Diabetes Tipo 1, faça um Exame para detectar Diabetes e comece um tratamento.

 Gostou deste artigo? Leia também:

Esta artigo foi útil?

Artigos Relacionados

Deixe Um Comentário?