Hipertensão e Diabetes

A Hipertensão e a Diabetes são dois males que, muitas vezes, andam unidos. Existe uma correlação entre as duas doenças crônicas. Pode-se dizer que uma propicia a outra. O problema é: quando se tem as duas, o tratamento fica complicado em dobro.

Desenvolvendo Hipertensão e Diabetes

O paciente Diabético apresenta uma produção insuficiente de insulina ou uma resistência ao hormônio. Essa condição resulta em um acúmulo de glicose na corrente sanguínea, pois a insulina é responsável pelo seu transporte até as células.

O acúmulo de glicose no sangue, por sua vez, faz com que as artérias fiquem mais rígidas, levando ao aumento da pressão.

Entra, então, outro fator perigoso, que ocorre especialmente em Diabéticos Tipo 2. Quando há excesso de glicose no sangue, a mensagem enviada ao pâncreas é de que ele precisa se esforçar mais na produção de insulina, a fim de reverter a situação.

Essa produção excessiva perturba o sistema nervoso simpático, estimulando a contração exagerada dos vasos e desregulando os batimentos cardíacos. Ou seja, preparando todo o cenário adequado para a hipertensão.

Devido a todos esses riscos, é recomendado que os pacientes com Diabetes tenham cuidado redobrado com a pressão, que não deve ultrapassar 14 por 9.

Além da possibilidade da Diabetes levar à Hipertensão, é possível que o paciente desenvolva as duas doenças por outro motivo: a obesidade. O excesso de gordura corporal é um fator de risco que leva ao desenvolvimento de ambas as doenças.

Entre as consequências da obesidade está, por exemplo, o aumento dos triglicérides e colesterol LDL e diminuição do colesterol HDL. Isto é, aumenta o que é ruim, diminui o que é bom.

Com isso, há um risco elevado de acumular gordura dentro dos vasos sanguíneos, dificultando a passagem de sangue e aumentando a pressão.

Na parte referente à Diabetes, por sua vez, está a contribuição do excesso de gordura na resistência à insulina. O resto é história.

As duas doenças, quando unidas, levam a uma série de complicações nos vasos sanguíneos, causando uma predisposição à diversas doenças, como insuficiência cardíaca congestiva, doença coronariana e cerebrovascular, doenças renais e nos olhos, insuficiência arterial periférica e infarto.

O tratamento de Diabetes e Hipertensão

No combate a ambas as doenças, deve-se investir em diversos aspectos, como a prática de exercícios físicos, o planejamento de uma alimentação saudável e adequada e também o uso de medicamentos.

No que se trata da Dieta para Diabéticos, os pacientes já estão acostumados a evitar o açúcar e contar os carboidratos. Contudo, quando a Hipertensão vem junto, é preciso tomar cuidado também com a ingestão de sódio.

Outras mudanças no estilo de vida também são importantes. É recomendado que o paciente busque perder peso, introduza a prática diária de atividades físicas em sua rotina, não fume e diminua o consumo de bebidas alcóolicas.

A reflexão sobre questões como “cerveja faz mal para Diabetes?“, “Diabético pode tomar vinho?” e “quais são os alimentos proibidos para Diabéticos?” é importante.

Em geral, para que o paciente com Diabetes e Hipertensão controle ambas as doenças, é primordial que ele assuma um estilo de vida considerado saudável.

Embora existam recomendações específicas, como a redução do consumo de sódio e açúcar, boa parte das indicações feitas para os pacientes são as mesmas que sugerem para qualquer pessoa: alimentação equilibrada e exercícios físicos regulares.

Seguindo as recomendações dos médicos, é possível viver uma vida saudável e normal.

Gostou desse artigo? Leia mais:

Esta artigo foi útil?

Artigos Relacionados

Deixe Um Comentário?