Diabético Pode Tomar Vinho?

A Diabetes é uma doença em que a insulina do organismo do paciente é insuficiente ou pouco funcional, gerando um acúmulo de glicose na corrente sanguínea. Para controlar isso, é importante manter uma alimentação saudável e planejada, evitando determinados alimentos proibidos para Diabéticos. Surge então a dúvida: Diabético Pode Tomar Vinho?

Existem controvérsias quanto ao consumo de bebida alcoólica por Diabéticos, em muito devido ao fato do alcoolismo ser um problema muito grave de saúde pública. Entre as opções de bebida alcóolica, no entanto, o vinho é a mais aconselhável para os Diabéticos.

Os benefícios do Álcool para Diabéticos

A revista Diabetes Care divulgou, em 2005, uma revisão de 15 estudos diferentes sobre o consumo diário de álcool em doses moderadas. O resultado indicou que o consumo de 48 g de álcool, equivalente a duas taças de vinho, feito diariamente poderia reduzir em 30% o risco de desenvolver Diabetes Tipo 2.

Em tese, o álcool em doses moderadas (cerca de 30 g) é capaz de estimular a sensibilidade do organismo à insulina, hormônio responsável pelo transporte da glicose até as células, onde é convertida em energia. Ou seja, consumir álcool pode ajudar no funcionamento da insulina e evitar o acúmulo de glicose na corrente sanguínea.

Em 2007, a Diabetes Care divulgou outro estudo que indicou que o consumo diário de uma taça de vinho branco ou tinto pode diminuir a glicemia de jejum de pacientes com Diabetes em até 20 mg/dL ao longo de três meses.

Leia também:  Diabético Pode Comer Pipoca?

O vinho não ajuda apenas no funcionamento da insulina e controle da glicemia, mas também no combate a doenças isquêmicas do coração. Uma pesquisa divulgada na revista JAMA estudou quase mil pacientes idosos diagnosticados com Diabetes e revelou que o consumo diário de no mínimo 14 g de álcool pode reduzir em 80% o risco de morte por doenças cardíacas.

Em outras palavras, o consumo de bebidas alcóolicas apresenta sim diversos benefícios para Diabéticos. Contudo, esse consumo não é vantajoso para todos.

Caso o paciente apresente sintomas de neuropatia diabética ou hipoglicemia, histórico familiar de câncer de mama ou tendência ao abuso de substâncias, então, o consumo do álcool não é recomendado. As bebidas alcóolicas podem agravar esses quadros e causar sérios problemas aos pacientes.

Há um paradoxo a cerca do consumo de bebidas alcoólicas, pois elas podem fazer tanto o bem quanto o mal. A melhor saída para esse dilema é: consulte o seu médico, informe todo o seu histórico médico e familiar e, caso receba permissão para ingerir álcool, beba moderadamente.

Vinho faz bem para a Diabetes

Como mencionado anteriormente, entre os diferentes tipos de bebidas alcóolicas, o vinho tinto seco se destaca como uma das mais saudáveis e benéficas. Isso se dá, em parte, por algumas das características da uva, em si.

As uvas roxas possuem um polifenol chamado resveratrol, um forte antioxidante. O resveratrol combate os radicais livres e as doenças cardiovasculares, atua na queima de gorduras e também na renovação das células.

Leia também:  Receita de Bolo para Diabéticos

Além desses benefícios, o resveratrol também atua na prevenção e combate do câncer e da Diabetes, pois auxilia no controle da glicemia.

Uma pesquisa realizada em Israel pela Universidade Ben-Gurion indicou que o consumo diário e moderado de vinho tinto pode contribuir para a saúde de Diabéticos Tipo 2. Os pacientes voluntários consumiram vinho tinto diariamente e seguiram uma dieta para Diabéticos baseada na alimentação mediterrânea durante dois anos.

O grupo passou por avaliações periódicas e, ao fim da pesquisa, apresentaram um nível maior de colesterol bom, estabilizaram o nível de colesterol ruim, obtiveram uma melhoria na qualidade do sono e até mesmo reduziram os sintomas de síndromes metabólicas, como obesidade, pressão alta e alterações na glicemia.

Contudo, de acordo com alguns médicos que se opõe ao consumo de bebidas alcóolicas, esses fatores benéficos são apenas um motivo para consumir suco de uva. Isto é, os mesmos benefícios derivados da uva que encontramos no vinho tinto estão presentes também no suco de uva integral, sem adição de açúcar.

O vinho tinto, no quesito saúde, apresenta algumas desvantagens em relação ao suco de uva, pois o álcool presente é calórico e, quando consumido em excesso, pode prejudicar o fígado e o pâncreas, órgãos muito importantes para Diabéticos.

Isso e, é claro, a possibilidade do paciente desenvolver um vício, uma grande preocupação dos pesquisadores e médicos que investigam o efeito do álcool em Diabéticos.

Leia também:  Receitas para Diabéticos

O consumo de Vinho para Diabéticos

Para garantir um consumo saudável e moderável de vinho, existem algumas recomendações que devem ser seguidas:

  • Não beber de estômago vazio
  • Não beber em conjunto com a ingestão de antidiabéticos ou insulina
  • Não beber sem a permissão de um médico
  • Não beber sem a companhia de uma pessoa informada sobre Diabetes
  • Ao beber, monitorar os níveis de triglicerídios
  • Ao beber à noite, verifique a glicemia e, caso necessário, faça um lanche antes de dormir

Mesmo que você tenha Diabetes, não é necessário abandonar o consumo de bebidas alcóolicas. Basta manter o seu médico informado, monitorar o efeito do álcool no seu organismo e sempre beber com moderação.

Gostou deste artigo? Leia mais:

 

Deixe Um Comentário?