Açúcar Mascavo na Diabetes

A Diabetes é uma doença crônica em que há um acúmulo de açúcar na corrente sanguínea do paciente. Por esse motivo, a alimentação do Diabético deve ser planejada e evitar certos alimentos, como, por exemplo, o açúcar. Mas e o açúcar mascavo na Diabetes?

Como o açúcar mascavo é considerado uma alternativa mais saudável, muitos pacientes ficam na dúvida se ele pode ser utilizado como substituto ao açúcar refinado. No entanto, será que ele realmente pode fazer parte da Dieta para Diabéticos?

As diferenças entre Açúcar Mascavo e Refinado

O açúcar mascavo é o tipo de açúcar obtido logo após o cozimento do caldo de cana, sem passar pela etapa de refinamento. O seu sabor é semelhante ao melado, sua cor escura e a textura mais bruta e úmida, o que faz com que ele não agrade a todos os gostos.

Como o seu preparo é mais bruto, o açúcar mascavo não recebe todos os aditivos químicos que o açúcar refinado recebe, preservando os seus nutrientes. Por isso, é um alimento rico em cálcio, ferro, vitaminas e sais minerais.

Contudo, açúcar continua sendo açúcar, e, embora o mascavo seja certamente mais saudável do que o refinado, em quantidade de calorias e carboidratos, não há muita diferença entre os dois tipos.

Para deixar nítida essa relação, observe os valores nutricionais do açúcar mascavo e do refinado:

Leia também:  Cerveja Faz Mal Para Diabetes?
Composição Mascavo Refinado
Calorias (cal) 376 387
Carboidratos (g) 97,33 99,9
Vitamina B1 (mg) 0,01
Vitamina B2 (mg) 0,01 0,02
Vitamina B6 (mg) 0,03
Cálcio (mg) 85 1
Magnésio (mg) 29
Cobre (mg) 0,3 0,04
Fósforo (mg) 22 2
Potássio (mg) 346 2

 

Diabético pode comer Açúcar Mascavo?

Há um tempo atrás, a abordagem da alimentação para Diabéticos era mais rígida, exigindo o corte total de alimentos que contribuem para o acúmulo de glicose na corrente sanguínea.

Hoje em dia, no entanto, muitos médicos acreditam que não é necessária tamanha rigidez, desde que o paciente mantenha uma alimentação saudável e controlada. Ou seja, você pode consumir açúcar, mas sempre com moderação.

É importante lembrar que o que causa o acúmulo da glicose é a insuficiência ou mal funcionamento da insulina, hormônio responsável por transportar o açúcar até as células, onde é convertido em em energia para o corpo. O resto é consequência.

Para controlar esse quadro, a alimentação, assim como a prática de atividades físicas, cumpre um papel essencial. É recomendado que o paciente com Diabetes tenha refeições equilibradas, muito bem espaçadas ao longo do dia, com carboidratos contados e dando preferência à alimentos com baixos índices glicêmicos.

Todas essas recomendações têm um motivo:

  • O espaçamento das refeições evita alterações bruscas na taxa glicêmica do paciente, ou seja, hipoglicemia ao passar tempo demais sem comer ou picos de glicemia após uma refeição pesada.
  • Os carboidratos devem ser consumidos com moderação pois o produto final da sua metabolização é nada mais, nada menos do que açúcar. Então mesmo que você consuma uma comida salgada, essa comida pode ser rica em glicose que será acumulada no seu sangue.
  • O índice glicêmico refere-se à velocidade com a qual a glicose de um alimento chega à corrente sanguínea. Níveis altos indicam alta velocidade, o que resulta em elevações bruscas na taxa de glicemia e pode resultar em problemas.
  • As refeições equilibradas, por sua vez, são importantes não só por evitar os picos de glicemia, mas também porque a Diabetes é uma doença que causa diversos problemas na saúde do paciente. Logo, uma alimentação saudável contribui e muito na manutenção do bem-estar do Diabético.
Leia também:  Diabético Pode Comer Melância?

Levando em consideração essas recomendações, o consumo do açúcar mascavo deve ser feito com a contagem dos carboidratos contidos na porção. Ou seja, como se fosse qualquer outro alimento. Nesse quesito, não há muita diferença entre ele e o açúcar refinado.

Quanto aos benefícios do açúcar mascavo para Diabéticos, embora ele, de fato, seja uma fonte de cálcio, magnésio, fósforo e potássio e mais saudável do que o açúcar refinado em geral, o Diabético não é obrigado a gostar ou consumir o açúcar mascavo.

A verdade é que existem outros alimentos ricos nesses mesmos nutrientes mas com uma quantidade menor de carboidratos e um índice glicêmico menor, o que os torna mais aconselháveis para um paciente com Diabetes.

Caso o paciente goste muito de açúcar mascavo, não se preocupe, o consumo está liberado, desde que seja feito com moderação.

Evite consumir açúcar em excesso e mantenha uma alimentação saudável. Dessa forma, o quadro de Diabetes pode ser controlado!

Gostou deste artigo? Leia mais:

Deixe Um Comentário?